terça-feira, 19 de junho de 2012

A fúria dos Titãs - O Cabeça Dinossauro re(visitado)



Foi relançado recentemente o álbum Cabeça Dinossauro dos Titãs, uma edição comemorativa de 30 anos de carreira. Uma jóia rara para colecionador, que vem acompanhado de fotos raras, cd remasterizado e um cd bônus com a demotape gravada na época.

Vinte e seis anos depois que o disco foi lançado, estou aqui escrevendo. E aí meu (minha) camarada... o som (ainda) bate forte! Oito caras "nervosos". Eles, os Titãs, escreveram a obra prima de um dos discos mais importantes do rock brasileiro. Aposto que este "clássico" entra no seu "top 10" ou talvez no "top 5", como diria Rob Gordon do filme "Alta Fidelidade".

E eu me sinto um privilegiado, pois tive a chance de acompanhar todo o processo de composição deste disco, acompanhando meu irmão, que fez parte da "melhor banda de todos os tempos da última semana".



 
Aumento o volume, coloco mais grave e ouço novamente a demotape, que vem com a inédita "Vai Pra Rua", cantada por Arnaldo Antunes. Som alto! Música que padece, que endurece! Disco que só comprova quem são os Titãs, com o talento sempre a frente de tudo. As composições já estavam todas prontas, arranjadas e afiadas para invadir o país. Eles só precisavam de um produtor para "traduzir" a sonoridade crua e agressiva da demotape para o disco. Percurso curto. Escolheram o renomado produtor Liminha. Química que deu certo por anos e anos. Ele gravou e timbrou os instrumentos, mexeu um pouco na sequência dos coros (backing vocal), teve a idéia de inverter a fita na faixa "A Face do Destruidor" e pedir para Paulo Miklos cantar em cima, nos dando a impressão de uma banda punk inglesa. Colocou bateria eletrônica nas faixas "O Quê?", "Cabeça Dinossauro" e "Dívidas". Destaque para "Bichos Escrotos" que ficou com mais suingue e aumentou o andamento de "Família". Resultado? Isso a gente já sabe... a história foi criada.



Arquivo - Cesar Gavin

Cabeça Dinossauro...

Letras com teor político e social! Uma fúria encravada de uma turma que invadiu nossos ouvidos e nossas casas, abordando as obrigações forçadas da família. Foram autênticos em dizer que não gostavam da Igreja, relataram as dívidas dos brasileiros e do seu estado violência. Falaram que o homem primata não tinha evoluído nada, pois a face do destruidor é o construtor e que aqui na face da terra,só bichos escrotos é que vai ter. Pediram pra polícia nos proteger, nos ajudar, mas os Titãs estavam cansados de moralismo, ficando roucos de tanto gritar e loucos de tanto pensar... aa uu! Mas o que não pode ser que não é? Eles afugentaram os maus espíritos com os batuques de cabeça dinossauro. E ainda criaram o hino "porrada, porrada nos caras que não fazem nada"

Vinte e seis anos depois, eu estou aqui escrevendo...


Links relacionados:
Assista:

A História do Cabeça Dinossauro
 

Parte 1


Parte 2


Parte 3


Turnê Cabeça Dinossauro (1987)
Show no Canecão (Rio de Janeiro) / Especial da TV Manchete


Link desta postagem: http://www.vitrolaverde.com.br/2012/06/furia-dos-titas-o-cabeca-dinossauro.html

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...